Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Após pesquisar identidade gastronômica de Palmas, estudantes apresentam portfólio de comidas típicas

Notícias

Após pesquisar identidade gastronômica de Palmas, estudantes apresentam portfólio de comidas típicas

Gestão de Turismo

Produto da pesquisa já está disponível
por Eliane Vieira publicado: 05/12/2019 14h18 última modificação: 05/12/2019 14h34
Exibir carrossel de imagens Portfólio de comidas típicas

Portfólio de comidas típicas

As acadêmicas do curso de Tecnologia em Gestão de Turismo, do Campus Palmas do IFTO, Ivina Silva e Valeska América, concluíram no último mês de agosto a pesquisa “Um olhar sobre a gastronomia local”, que teve como principal objetivo uma investigação sobre a identidade gastronômica de Palmas, na visão da comunidade e dos empresários do setor de alimentos e bebidas da cidade.

Orientadas pelas professoras Veruska Dutra e Geruza Aline Erig, as estudantes iniciaram a pesquisa PIC/CNPq em 2018. Durante o trabalho as pesquisadoras ouviram a comunidade e os empresários do setor a respeito. “Percebemos que mesmo os empresários que vieram de outros Estados reconhecem alguns elementos gastronômicos locais como sendo típicos da cidade e os comercializam utilizando esses alimentos como marketing do seu estabelecimento”, frisou a acadêmica Ivina.

Já na visão da comunidade local, a acadêmica Valeska Américo aponta que “apesar de já possuir uma lei que defini quais são os pratos típicos do estado do Tocantins e que seriam também considerados em Palmas, a comunidade por sua vez identifica outros alimentos como sendo típicos do local e que devem ser repensados como parte da identidade gastronômica palmense, como os pratos elaborados com o peixe tucunaré, no qual aparece em segundo lugar como um dos pratos típicos palmense”.

Como resultados, a pesquisa apontou que na percepção da comunidade local e dos empresários do setor de alimentos e bebidas foram considerados como alimentos típicos pratos como Chambari, Arroz com pequi, Paçoca de carne seca/de sol, o Churrasco, o Frango caipira, a Maria Izabel, a Galinhada, a Buchada, a Rabada e a Tapioca; e as guarnições como os peixes de água doce, principalmente o Tucunaré, o pequi, a carne seca/de sol, o açaí, o babaçu, a banana da terra, buriti e o cupuaçu.

O estudo gerou um portfólio explicativo sobre os alimentos considerados como típicos, que foi apresentado pelas estudantes no Identidade IFTO, realizado no mês de novembro. O produto da pesquisa das estudantes está disponível pelo link no final desta reportagem e pode ser acessado por toda comunidade, como também para fins de divulgação aos turistas.

Identidade gastronômica

Uma das orientadoras das estudantes no trabalho, a professora Veruska Dutra ressalta a importância do estudo. “Palmas é uma cidade jovem e planejada, possui imigrantes vindos de várias regiões do Brasil e portanto a sua gastronomia local acabada sendo representada por um mix da culinária de outras regiões brasileiras. Desta forma, pesquisar qual seria a culinária típica local, considerando os apontamentos da sua população, é muito importante para a definição de uma identidade gastronômica local”, destaca a professora.

A professora ressaltou ainda que o portfólio criado pelas estudantes ajudará o turismo local, uma vez que poderá ser utilizado como meio de divulgação. “Além de ser um possível instrumento para o fortalecendo desses alimentos, que a própria comunidade considerou como típicos, podendo assim serem comercializados como um produto turístico de Palmas-Tocantins”, finalizou. O material pode ser acessado no link abaixo. 

Portfólio - Principais Elementos da Gastronomia Palmense