Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Estudantes falam sobre expectativas e readaptação na volta do presencial

Notícias

Estudantes falam sobre expectativas e readaptação na volta do presencial

Novo começo

Cotepe dá dicas para reorganizar a rotina de estudos no presencial
por Greiciane Souza publicado: 22/03/2022 12h50 última modificação: 19/10/2022 11h11

Em 29 de janeiro de 2020, começava o ano letivo na unidade de Porto Nacional do Instituto Federal do Tocantins (IFTO). Foram 44 dias de aulas presenciais até que, no dia 16 de março daquele ano, a vida acadêmica sofreu uma mudança inesperada: em razão da pandemia da Covid-19, as aulas no IFTO, assim como em diversas instituições de ensino mundo afora, foram suspensas e depois adaptadas ao formato de ensino remoto. Após quase dois anos afastados fisicamente da instituição, estudantes da unidade de Porto Nacional do Instituto Federal do Tocantins (IFTO) retornaram às atividades presenciais na última segunda-feira, 14.

Nos corredores e nas salas de aula, o clima era de entusiasmo pelo recomeço. Primeiros encontros e reencontros, curiosidade com as novidades encontradas na infraestrutura da unidade e olhares que transmitiam os sorrisos escondidos sob as máscaras. Se contatos físicos e aglomerações ainda precisam ser evitados, em pequenos grupos a alegria em viver o ensino presencial era visível.

Para os estudantes do último ano do integrado ao ensino médio, a volta às atividades presenciais teve um gosto ainda mais especial. Em 2020, eles eram recém-ingressantes na instituição e agora estão na reta final no curso. “Pelo menos nós voltamos agora no 3º ano, graças a Deus. Vamos ter, pelo menos, o último ano no ensino presencial e fica melhor se preparar para o Enem”, afirma Maria Eduarda Rocha, do 3º ano de Administração. A colega de turma, Taís Ribeiro, também está feliz com o retorno, principalmente, pelas atividades extraclasses. “Tem atividades que sinto falta, tipo quadrilha, interclasse. Muita coisa do presencial que eu sentia muita falta”, relata a estudante.

Se os estudantes da 3ª série experienciaram o ensino médio presencial, ainda que por poucos dias, aqueles que ingressaram na unidade em 2021, só agora estão conhecendo os colegas e a instituição presencialmente. “Estamos nos conhecendo pessoalmente agora, antes era só pelos grupos de whatsapp. Foi muito ruim estudar só em casa, sem ter ninguém pra conversar, só pelo computador desconcentra muito fácil. Foi muito estranho”, declara Victor Julian, 2º ano de Informática.

Mas não são apenas os estudantes que ansiavam pela volta e retomam às atividades presenciais com entusiasmo. Nos corredores da unidade, a professora Francisca Mesquista tentava reconhecer os seus estudantes sob as máscaras faciais. “É um retorno com cara de início. A gente estava na expectativa de conhecer de novos os alunos, daquela adaptação, olhar pro rosto, pelo menos a metade. É um encontro positivo, fora da telinha do computador. Não vemos o sorriso, mas o olhar revela muita coisa. A emoção deles de estar de volta, de estar presente, de ter esse contato, pelo menos visual, é gratificante”, avalia a professora.

A rotina na retomada das aulas presenciais

Na retomada às atividades presenciais, os estudantes também precisam readaptar-se à rotina, que inclui disciplina para acordar a tempo do horário de início das aulas e o deslocamento até  a unidade, além da organização do tempo de estudo em casa. “Agora tem que acordar mais cedo, vir pra escola. É bem mais cansativo. Temos que estudar mais ainda porque é menos tempo pra ficar em casa”, relata Victor Julian.

Para ajudar os estudantes, a pedagoga Shirley Viana, da Coordenação Técnico-Pedagógica (Cotepe), dá algumas dicas de como organizar a rotina de estudos com a volta do presencial:

1. Ter uma boa noite de sono;
2. Organizar as prioridades de estudos;
3. Organizar um lugar de estudos;
4. Desligar-se das distrações;
5. Dividir o tempo de estudo entre leituras, exercícios e revisões;
6. Praticar atividades físicas;
7. Estabelecer metas para estudar melhor;
8. Marcar as datas importantes em um calendário e
9. Ter tempo de lazer.